[ editar artigo]

5 ligações empreendedoras que CHIHIRO ensina

5 ligações empreendedoras que CHIHIRO ensina

No início da quarentena, tivemos mais tempo para atividades que acabavam sendo comprometidas com a rotina fora de casa. Uma delas é o serviço de streaming. Ainda que muitas pessoas estejam em home office, com certeza, sua lista de filmes e séries vistos aumentou. E comigo não foi diferente.

Uma vez, na Netflix, me deparei e me encantei com “A Viagem de Chihiro”, uma animação japonesa de 2001. Gostei tanto que resolvi criar uma lista com 5 lições, que identifiquei como comportamentos empreendedores, e trazer para o mundo profissional. Mas antes de citá-las, um resumo do filme:

A personagem está de mudanças e os pais acabam pegando um caminho errado. Nisso, chegam a um mundo mágico dominado por uma bruxa. E aqueles que a desobedecem são transformados em animais.

 

LIÇÕES DE CHIHIIRO

 

  1. AUTONOMIA

Chihiro e seus pais se deparam em uma cidade vazia mas com barraquinhas repletas de comida. Eles se sentam e começam a degustar aqueles alimentos oferecidos, literalmente, de bandeja. Porém, mesmo com a insistência de seus pais, a menina decide não comer e caminha para se certificar que não tinha mesmo mais ninguém por ali.

Chihiro fez a identificação de risco (evento - ou condição - incerto que, caso ocorra, pode trazer resultados positivos ou negativos), pois se alimentar daquela comida poderia ter consequências ruins ou não. Ela teve autonomia, mantendo seu ponto de vista, mesmo diante da sugestão contrária de seus pais. 

 

2. CONFIANÇA MÚTUA 

Chihiro se dá conta que não consegue voltar para o seu mundo e começa a se desesperar, até que Haku aparece para ajudá-la. Ele, como está há mais tempo naquele ambiente mágico, passa informações seguras e instruções para Chihiro. Ela decide confiar nele e Haku também confia que ela será capaz de realizar o que foi dito. 

Aqui, podemos identificar a relação entre um líder e os membros de sua equipe. Segundo a Rock Content, para ser um bom líder, esse deve construir um ambiente de motivação, empatia e confiança entre ele e seus funcionários. 

 

3. PERSISTÊNCIA

Para conseguir uma espécie de visto naquele lugar, Chihiro precisa arranjar um trabalho. E para chegar até a pessoa que pode te ajudar, ela tem que passar desapercebida por um caminho estreito e descer uma alta e longa estrada. 

Chihiro fez um grande esforço para concluir aquele caminho. Mesmo diante dos obstáculos, continuou agindo, enfrentando seus medos e dificuldades. 

 

4. COMPROMETIMENTO

Ela consegue o emprego, mas são muitas informações e restrições a serem absorvidas. 

Chihiro passa por diversas dificuldades, preocupações e problemas. Porém, está mais do que comprometida para atingir seu objetivo. 

 

5. AUTOCONFIANÇA

Depois que Chihiro entendeu como poderia resolver seus problemas e de Haku, adquiriu autoconfiança para seguir seu plano.

A autoconfiança, na dose certa, te impulsiona a acreditar em suas ideias, tomar decisões e motivar sua equipe. Além de mudar de maneira benéfica a forma como se vê. 

 

No fim dessa carona na "Viagem de Chihiro", renovei minhas energias, identifiquei lições e me tornei fã.

Comunidade do Estágio
Carol Monteiro
Carol Monteiro Seguir

Ler conteúdo completo
Indicados para você