Atividades
  • Notificações
  • Tags
  • Favoritos
Nenhuma notificação

10 Soft Skills que todo universitário deve ter

10 Soft Skills que todo universitário deve ter
Helen Karen Souza
set. 14 - 5 min de leitura
8 Curtidas
5 Comentários
0

Soft skills (habilidades interpessoais, em português) são as competências que competem a personalidade e comportamento do profissional. Envolvem aptidões mentais, emocionais e sociais. Podemos dizer que são habilidades particulares, pois nascem de acordo com as experiências, cultura, criação e educação de cada pessoa, entre outros fatores.

As soft skills também estão relacionadas à forma de se relacionar e interagir com as pessoas, que afetam os relacionamentos no ambiente corporativo e, por consequência, a produtividade da equipe. Além de serem difíceis de avaliar, não são adquiridas com capacitação técnica.

No atual mundo onde o mercado de trabalho está cada vez mais competitivo, para facilitar na avaliação dos concorrentes, os empregadores estão considerando competências que não pode ser vistas no currículo. Por conta disso, as softs skills atuam como um diferencial na hora de uma contratação. Veja abaixo as 10 principais soft skills que todo universitário deve ter antes de concorrer a uma vaga de estágio:

1.   Comunicação


A comunicação eficaz transmite a interpretação de ideias de forma que se consiga passar para a outra pessoa exatamente o que se está querendo dizer. Uma boa comunicação inclui também ouvir atentamente, escrever bem, saber se portar em diferentes situações e entender o que está sendo dito.

2.   Liderança

Ter espírito de liderança é ter o diferencial de ter coragem de assumir riscos e se responsabilizar por suas atitudes. Ser líder é ser um porta-voz, motivando e influenciando as pessoas com quem trabalha a alcançarem seus objetivos.

3.   Flexibilidade e resiliência

Estão relacionadas à capacidade de se adaptar e continuar produzindo diante das mudanças de cenários, mesmo após experiências difíceis e que trouxeram prejuízos, mas também lições. A pessoa com essas características também consegue lidar com grandes problemas e resistir a pressões.

4.   Trabalho em equipe


Essencial habilidade de cooperar com colegas em grupos compostos por pessoas diversas, dando a sua contribuição individual para o interesse coletivo. Quando todo time se envolve para alcançar seus objetivos, nenhum membro da equipe se sobrecarrega e o trabalho se torna mais produtivo e com maior chance de sucesso.

5.   CriatividadeCapacidade de inovação, de pensar fora da caixa e de apresentar soluções diferentes para problemas antigos, de maneira diferente do padrão. É analisar todos os aspectos ao seu redor para encontrar soluções rápidas e inovadoras. Ser criativo é ter pensamento visionário e que acrescenta ideias à organização de forma ousada para obter bons resultados.

6.   Proatividade
Capacidade de arregaçar as mangas, avaliar cenários e encontrar caminhos para resolver questões que impedem os resultados ou atrapalham a produtividade. Profissionais proativos costumam procurar soluções por conta própria, levando aos gestores apenas questões que estejam completamente fora de seu alcance.

7. Empatia


É a habilidade de se colocar no lugar do outro, de se conectar com pessoas de diferentes backgrounds e entender a sua abordagem sobre diversos temas e modos de trabalho.

8. Ética no trabalho


Comprometimento com as regras da empresa e com um senso comum de respeito e moralidade no ambiente de trabalho.

9. Pensamento crítico


É a capacidade de questionar métodos, identificar problemas, buscar novas soluções e rever processos, mas com sabedoria.

10. Atitude positiva


Manter-se motivado, otimista, focado nas possibilidades reais e mais nos acertos do que nos erros. 

Como desenvolver as soft skills?

  • Valorize o feedback: Peça a opinião de outras pessoas sobre o seu próprio comportamento. Isso ajuda na hora de corrigir erros ou manter determinadas ações.
  • Trabalhe o autoconhecimento: As soft skills estão muito ligadas à inteligência emocional e para desenvolver esse aspecto é necessário ter autoconhecimento. Só assim, você consegue reconhecer as suas habilidades e perceber em que precisa melhorar. Além disso, consegue identificar o que desencadeia as suas emoções e evita agir por impulso.

Exemplos de soft skills de líderes de sucesso:

  • Barack Obama

O ex-presidente americano é sempre lembrado como um grande líder. Obama desenvolveu sua habilidade de oratória para entregar discursos carregados de significado e carisma, mesmo quando estão tratando de temas sensíveis para o seu país, como imigração e guerra. Quando fala, Obama sempre o faz em tom solene, facilmente compreensível e, assim, cria uma sensação de unidade para a população norte-americana.

  • Papa Francisco

O atual pontífice também é um líder com soft skills visíveis. A principal delas, sem dúvidas, é a sua flexibilidade para aceitar as mudanças necessárias à Igreja Católica, dadas as transformações sociais impostas pelo tempo.

Exemplos dessa flexibilidade foram as suas declarações sobre a necessidade de aceitar os homossexuais o que é um tabu para muitas religiões cristãs.
Também sobre aceitar os casais que decidiram conviver mesmo sem o casamento religioso, ainda que esse seja um sacramento.

Com essa habilidade, Papa Francisco consegue trazer a Igreja Católica para os debates dos tempos atuais e continuar angariando jovens fiéis para o seu rebanho.


Portanto, as soft kills ajudam a compor o perfil do profissional ideal para as empresas. É por isso que buscar o seu desenvolvimento deve ser uma preocupação de todo aquele que deseja ingressar ou recolocar no mercado de trabalho.


Denunciar publicação
8 Curtidas
5 Comentários
0
0 respostas

Indicados para você