[ editar artigo]

Aprendendo com "Os Estagiários"

Aprendendo com

Oi AUtodidatas, como estão?

Hoje venho falar para vocês sobre um filme que vi essa semana e o que pude identificar e refletir sobre isso na vida real.

O filme: "Os Estagiários" ("The Internship", título original), 2013.

Se trata de um filme de comédia e apesar do seu gênero, muitas coisas podem ser levadas em consideração.

                                                            [SPOILERZINHO 😅]

O filme conta a história de dois vendedores de relógio de luxo, Billy McMahon (Vince Vaughn) e Nick Campbell (Owen Wilson) com aproximadamente 40 anos de idade, acreditavam ter tudo sob controle com seus empregos estáveis. No entanto, a empresa de relógios vai à falência e os dois são pegos de surpresa quando são demitidos. 

Como estavam em uma zona de conforto, ficam sem saber o que fazer e cada um segue um caminho, até que, em busca de novas oportunidades, se candidatam para estagiar na empresa Google.

Porém, eles não possuem conhecimentos em equipamentos eletrônicos e mídias digitais, além de ter que conviver com pessoas mais jovens ocupando cargos superiores aos seus. Mas aí não vou contar mais... Recomendo assistir!

Sobre o que pude perceber que se encaixa em nossa atualidade foi:

  • Jamais se acomodar na zona de conforto: se os personagens tivessem se atualizando, observando as empresas ao seu redor e pesquisando sobre novas tecnologias, poderia ser mais fácil se recolocar no mercado de trabalho após a demissão ou até mesmo inovar no emprego que já tinham.

 

  • A importância do equilíbrio entre soft skills e hard skills: isso fica bem claro no filme quando os mais jovens tem as competências técnicas, mas não sabem lidar com os outros, não têm relação humana. E o Billy e Nick, não possuem conhecimentos técnicos, mas sabem trabalhar em equipe. Por isso acredito que ter o equilíbrio entre essas habilidades é fundamental.

 

  • Tentar e nunca desistir: mesmo que tudo pareça que não vai dar certo, por que não tentar? Por que desistir também? Realmente é cansativo e surge um pouco de frustração, mas temos que ter sempre o foco em mente.

 

  • Nunca é tarde: sempre há a possibilidade de iniciar novos caminhos e se for isso o que desejamos, seguir em frente.

Este filme também nos mostra a competitividade existente no mercado de trabalho.

Enfim, foi isso que percebi vendo este filme e achei interessante compartilhar com a Comunidade do Estágio.

Espero que tenham gostado! 🤗

Comunidade do Estágio
Rayssa Silva
Rayssa Silva Seguir

Colunista Oficial da Comunidade do Estágio e graduanda em Administração \o/

Ler conteúdo completo
Indicados para você