[ editar artigo]

5 Formas para ser mais Autoconfiante

5 Formas para ser mais Autoconfiante

O profissional autoconfiante é proativo. Antes de ele se arriscar em um novo plano, ele calcula as possibilidades concretas de ele dar errado para que, deste modo, possa traçá-lo da melhor forma possível.

Já o profissional o qual não é autoconfiante espera que o seu superior lhe dê diretrizes claras para fazer o seu trabalho. Ele age assim pois não confia em si mesmo.

Para ser bem sucedido, é de suma importância que o profissional seja autoconfiante pois se ele não confiar em si mesmo, ninguém confiará nele.

Vejamos agora 5 formas para ser mais autoconfiante.

 

1 – Perseverança

Mesmo diante dos desafios, o profissional continua perseverando. O bambu enverga, mas não quebra. Risos.

Quem desiste frente a 1ª dificuldade, está fadado ao fracasso. A vida não é dura, mas sim a pessoa que é mole.

Quem encara os desafios impostos pela vida de frente, tem grandes chances de ser bem sucedida. Já quem faz o inverso, ficará na mesma situação para sempre.

 

2 – Proatividade

O profissional mediano faz apenas as tarefas que os superiores lhe mandam fazer. Já quem é bem sucedido, mostra interesse em ir além.

A diferença entre ambos os profissionais, além da gigantesca diferença salarial, é a proatividade. Existem várias pessoas que exercem a mesma função por anos sem se especializar ou aperfeiçoar as soft skills.

O Mercado de Trabalho não perdoa profissionais desatualizados. Já para quem está em constante processo de atualização, ele abrirá um sorriso de leste a oeste.

 

3 – Solidariedade

Autoconfiança não é sinônimo de arrogância. A pessoa autoconfiante ajuda os colegas sem buscar receber nada em troca. Ela faz isso de coração.

Quem é autoconfiante, emite good vibes por onde passa. Isso a torna bastante cativante. Tal qualidade é fundamental para quem quer ser bem sucedido na vida profissional e pessoal.

Sem autoconfiança, a pessoa não vai a lugar algum. Com tal atributo, a vida da pessoa deslancha maravilhosamente bem.

 

4 – Soft Skills

Não adianta nada o profissional ter hard skills sem ter as soft skills. Quem trabalha tem que apresentar ambas as habilidades para ter um sucesso acima da média.

As soft skills ou Quociente de Inteligência Emocional (QE) são fatores determinantes para a pessoa saber lidar com outras e com as suas emoções. Quem tem dificuldades em gerenciá-las, dificilmente terá êxito na vida profissional. Afinal de contas, ninguém gosta de lidar com pessoas difíceis.

 

5 – Resiliência

Se vive a 4ª Revolução Industrial. A pessoa que não atualiza os seus conhecimentos terá grandes dificuldades de conquistar um lugar ao sol. Por isso, é de suma importância que ela tenha flexibilidade frente aos desafios que a vida lhe colocar.

 

Curtiu o artigo? Curta, comente e compartilhe ele.

 

Fontes

https://www.ibccoaching.com.br/portal/coaching-e-psicologia/por-que-a-autoconfianca-no-trabalho-e-muito-importante/

https://images.unsplash.com/photo-1617724054780-ef6bd6b21e17?ixid=MnwxMjA3fDB8MHxwaG90by1wYWdlfHx8fGVufDB8fHx8&ixlib=rb-1.2.1&auto=format&fit=crop&w=1170&q=80

Comunidade do Estágio
Allan Jardim Ribeiro Salvino
Allan Jardim Ribeiro Salvino Seguir

Sou estudante do curso de Direito e colunista oficial daqui. São os meus hobbies: filosofar, escutar músicas, ler livros e escrever.

Ler conteúdo completo
Indicados para você